Comunique ao organizador qualquer conteúdo impróprio ou ofensivo

sábado, 22 de dezembro de 2012

TEMPO DE SER FELIZ!

Um Feliz Natal e um próspero Ano Novo para todos e para todas.
São os votos de Paulo Ricardo Paúl e família.
Juntos Somos Fortes!

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

MOBILIZAÇÃO SALARIAL - POLICIAIS MILITARES REINTEGRADOS

Hoje recebi um email do Soldado PM Wagner Luís da Fonseca e Silva informando que mais 8 (oito) PMs que tinham sido excluídos por lutarem por salários justos, foram reintegrados por decisão do Poder Judiciário, uma excelente notícia às vésperas do Natal.   
Três PMs do grupo dos excluídos ainda lutam no Poder Judiciário para retornarem aos quadros da Polícia Militar.
Infelizmente, até a presente data, nenhum Bombeiro Militar que foi excluído em face da participação na luta salarial foi reintegrado.
Tudo se resolveria com a concessão da anistia e para isso bastaria que a ALERJ votasse o projeto de autoria de mais de 60 (sessenta) deputados estaduais.
Vida que segue.
Juntos Somos Fortes! 

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

ANISTIA! BOMBEIROS E POLICIAIS MILITARES - DEP FLÁVIO BOLSONARO

Convido a todos os eleitores a assistirem o pronunciamento do deputado estadual Flávio Bolsonaro no plenário da ALERJ sobre a anistia dos Bombeiros e Policiais Militares que participaram da mobilização salarial desenvolvida nos meses de janeiro e de fevereiro do corrente ano. O deputado cita a absolvição dos PMs de Volta Redonda, uma absolvição por unanimidade e com repercussão direta na esfera administrativa. Ele faz oportuna relação entre a justa anistia e a proximidade do Natal.
O pronunciamento durou três minutos.
Juntos Somos Fortes!

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

CORONEL PAÚL - CONSELHO DE JUSTIFICAÇÃO - TRIBUNAL DE JUSTIÇA - CITAÇÃO

Informo que no dia 03 DEZ 2012 fui citado no Tribunal de Justiça, onde serei julgado em face do Secretário de Segurança ter discordado da decisão da Polícia Militar (decisão do colegiado) nos autos do Conselho de Justificação, que me considerou inocente das acusações que me foram imputadas.
Na opinião do Secretário de Segurança eu não reúno condições de permanecer na condição de Coronel PM Reformado.
Eu manterei os leitores do blog informados sobre o andamento do processo.
Juntos Somos Fortes!
 

ANISTIA! BOMBEIROS E POLICIAIS MILITARES - PRIMEIRO PASSO

A Comissão de Segurança Pública aprovou o projeto de anistia dos Bombeiros e dos Policiais Militares do Rio de Janeiro que participaram da mobilização salarial nos meses de janeiro e fevereiro do corrente ano. O projeto segue agora para a Comissão de Constituição e Justiça.
O deputado federal Garotinho (PR) deu a notícia no plenário (assistam).
Juntos Somos Fortes!

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

RIO - MOBILIZAÇÃO SALARIAL - POLICIAIS ABSOLVIDOS

Ontem, a Polícia Militar foi novamente ferida com a prisão de dezenas de Policiais Militares, acusados de envolvimento com o tráfico de drogas, fato que a mídia não pára de repercutir.
Tudo isso é muito triste.
Lamento que a mídia não tenha obtido informações sobre o resultado do julgamento na AJMERJ de seis Policiais Militares de Volta Redonda que participaram da mobilização salarial do início do ano. Conforme o contido no email que recebi, todos foram absolvidos. Uma absolvição unânime e proposta pelo próprio representante do Ministério Público, em um discurso emocionante.
O Cabo PM Pablo Rafael foi um dos absolvidos, ele fez parte do grupo que ficou encarcerado em Bangu 1 e incomunicável até para seus advogados, como todos nós.
O Poder Judiciário e o Ministério Público seguem reparando erros do Executivo e reconhecendo que nós estamos lutando por salários justos e por adequadas condições de trabalho.
Juntos Somos Fortes!

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

ANISTIA! BOMBEIROS E PMs - MANDADO DE SEGURANÇA

Informamos que foi indeferido o mandado de segurança impetrado pelo deputado estadual Paulo Ramos (PDT) no sentido de que fosse incluída na ordem do dia da ALERJ a votação do projeto de anistia dos Policiais e Bombeiros Militares que participaram do movimento salarial no início do ano.
Acessem o link e leiam a decisão do poder judiciário:
Juntos Somos Fortes!

terça-feira, 27 de novembro de 2012

BOMBEIROS E POLICIAIS MILITARES - ANISTIA - NOVIDADES

Últimas notícias sobre a anistia dos Bombeiros e dos Policiais Militares do Rio de Janeiro que participaram da mobilização por melhores salários nos meses de janeiro e fevereiro:
1) Criminal: Amanhã, deverá ocorrer a votação do projeto de autoria do deputado federal Garotinho (PR/RJ) na Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados (Leiam).
2) Administrativa: O Poder Judiciário poderá se manifestar na próxima semana sobre o Mandado de Segurança impetrado pelo deputado estadual Paulo Ramos (PDT), o mandado tem por objetivo a colocação em votação na ALERJ do projeto de anistia. Lembro que o projeto tem como autores quase todos os deputados estaduais, o que por si só direciona para a aprovação na ALERJ.
Juntos Somos Fortes!

ASSASSINATO DE POLICIAIS - ATO PÚBLICO

No domingo passado foi realizado um ato público em Copacabana sobre o assassinato de policiais e de militares no Brasil.
Acessem o link e leiam a matéria publicada no blog do RVChudo (leiam).
Juntos Somos Fortes!

domingo, 25 de novembro de 2012

O ANO TERMINA...

O ano está terminando e a maioria dos Policiais Militares que foram excluídos em face da participação no movimento salarial do início do ano, ainda não foram anistiados pelo governo ou reintegrados pelo Poder Judiciário. A situação é pior com relação aos Bombeiros excluídos, pois nenhum deles retornou.
Perdem os Bombeiros e os Policiais Militares.
Perdem os seus familiares.
Perdem as corporações.
E perde a população do Rio de Janeiro, sem os serviços destes profissionais que só querem receber salários justos e ter ao seu dispor as condições de trabalho adequadas.
Juntos Somos Fortes!

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

ANISTIA JÁ! BOMBEIROS E POLICIAIS MILITARES

Prezados leitores e leitoras, informamos que não temos identificado qualquer avanço no tocante à concessão da anistia administrativa dos Bombeiros e Policiais Militares do Rio de Janeiro que participaram do movimento salarial nos meses de janeiro e fevereiro do corrente ano.
Aproveitamos para informar que continuam em andamento as campanhas para obtenção de recursos para os PMs e BMs excluídos.
Saibam como ajudar aos:
- Bombeiros Militares excluídos (acesse e ajude).
- Policiais Militares excluídos (acesse e ajude).
No dia 25 NOV 2012, às 10:00 horas, será realizado na Praia de Copacabana, em frente ao Hotel Copacabana, um ato público em defesa dos direitos humanos dos Policiais Militares de todo o Brasil.  
O ato será uma excelente oportunidade para tratarmos da anistia.
Juntos Somos Fortes!

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

CORONEL PAÚL - PERFIL NO FACEBOOK - DESATIVAÇÃO

Amigos e amigas, bom dia!
"Todos os dias quando acordo. Não tenho mais o tempo que passou" (Legião Urbana)
Como prometi presto através desta os esclarecimentos que julgo convenientes como motivação para a desativação da minha página no facebook.
Como informei ao longo do período eleitoral, preciso reorganizar a minha vida, dedicada em grande parte nos últimos anos à luta em defesa dos militares estaduais, principalmente. A pluralidade de projetos pessoais exige atualmente que eu dedique muito tempo para analisar as opções e para fazer a escolha adequada em termos de futuro, portanto, preciso de tempo livre, o que determina o afastamento em parte das redes sociais. Além disso, tenho que dedicar parte deste tempo à minha defesa (IPM e CJ) e à defesa dos Bombeiros e Policiais Militares que foram excluídos (e os que ainda podem ser excluídos) em face da participação no movimento salarial unificado realizado no início do ano no Rio de Janeiro. Infelizmente, atualmente não existe um movimento organizado na busca da anistia, nem por parte dos principais interessados, o que tem inviabilizado qualquer avanço, embora exista um projeto de anistia a ser votado na ALERJ.
Em face da minha atual falta de tempo, por assim dizer, não tenho promovido a necessária dedicação ao facebook, o que além de prejudicar a interação saudável com os amigos e as amigas, acaba permitindo situações constrangedoras, como algumas que ocorreram dias atrás, quando um tópico que postei recebeu comentários desabonadores envolvendo terceiros e que só visualizei muitas horas depois, quando solicitei a retirada das postagens. Não posso admitir tal uso indevido e, como não posso ficar constantemente “vigiando” os comentários, melhor não correr mais riscos de ser um instrumento de tais práticas.
Em síntese é isto, embora existam outros motivos, penso que estes sejam os publicáveis.
No dia 01 NOV 2012, a página será desativada.
Eu também desativarei em breve o meu perfil  no twitter (@celprpaul) e o blogfone.
Os que desejarem manter contato poderão utilizar o email:
pauloricardopaul@gmail.com
Aproveito para informar que um dos meus blogs ainda continua ativo:
http://blogcoronelpaul.blogspot.com
Ratifico o agradecimento sincero a todos e a todas que interagiram comigo.
Juntos Somos Fortes!

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

ANISTIA JÁ! SEM NOVIDADES NO FRONT


Os Bombeiros Militares que foram excluídos por participarem do movimento salarial unificado desenvolvido no início deste ano se apresentaram voluntariamente no dia 22 OUT 2012, para serem ouvidos pelo encarregado do IPM instaurado pelo comando do CBMERJ.
Não conheço o objetivo do IPM, mas ao que tudo indica o comando do CBMERJ agiu de forma diferente do comando da PMERJ, o qual instaurou o IPM na época dos fatos, o que acabou gerando um atraso na instauração do instrumento apuratório e fazendo com que os indiciados fossem convocados recentemente e na condição de  civis (ex-Bombeiros).
O espaço está aberto para qualquer esclarecimento que confirme ou derrube o raciocínio sobre a instauração do IPM no Corpo de Bombeiros.
No concernente à luta pela anistia dos Bombeiros e Policiais Militares não existe qualquer novidade no front.
Vida que segue.
Juntos Somos Fortes!

FACEBOOK - DESATIVAÇÃO DE PÁGINA


Prezados leitores e leitoras, comunico que desativarei a minha página no facebook.
Juntos Somos Fortes!

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

ANISTIA JÁ! BOMBEIROS E PMs


Prezados leitores e leitoras, excelente semana.
A semana começa sem qualquer novidade digna de registro na luta pela anistia dos Bombeiros e Policiais Militares que foram e que ainda podem ser excluídos em razão da participação no movimento salarial unificado.
Isto é muito ruim.
Juntos Somos Fortes!

sábado, 20 de outubro de 2012

MAJOR BM MÁRCIO GARCIA - SITUAÇÃO REGULARIZADA



Prezados leitores e leitoras, uma boa notícia.
O blog recebeu comentários dando conta que a situação do Major BM Márcio Garcia, eleito vereador pelo município do Rio de Janeiro, foi regularizada no que diz respeito à agregação.
Juntos Somos Fortes! 

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

NO RIO AS VÍTIMAS SENTAM NO BANCO DOS RÉUS



O leitor mais atento deve ter estranhado a postagem do artigo anterior, considerando que conforme anunciei, a manutenção deste blog visa apenas divulgar a luta pela anistia dos Policiais Militares e Bombeiros Militares e atos relacionados com a nossa defesa. Portanto, devo esclarecer o motivo da postagem, o qual foi demonstrar, mais uma vez, que parcela cada vez maior dos integrantes da segurança pública no Brasil estão tentando promover mudanças fundamentais para o interesse público em suas corporações. Mudanças que ultrapassam à questão salarial e à melhoria das condições de trabalho, avançando na direção da promoção de grandes mudanças para a prestação de melhores serviços para a população.
Nas instituições de segurança pública organizadas militarmente, as Polícias Militares e os Corpos de Bombeiros, as mudanças precisam ser mais profundas, pois temos que por um fim no uso de regulamentos arcaicos, que violam os direitos constitucionais claramente e colocam os militares estaduais na condição de cidadãos de segunda classe, apesar de arriscarem a própria vida em defesa do cidadão e da cidadania.
No Rio de Janeiro, o primeiro passo ou primeiro grito nesta direção foi dado pelo grupo dos Coronéis Barbonos com a divulgação do documento Pro lege vigilanda, conhecida como carta dos Coronéis Barbonos. Nela, as primeiras linhas de uma luta por mudanças que ainda não se concretizaram, mudanças que o poder político não quer implantar, pois pretende manter as instituições militares debaixo dos seus pés, submissas por completo, ignorando a necessidade de mudar para prestar serviços de melhor qualidade.
Resiste o poder político fluminense em alterar os regulamentos e em dar a cidadania plena aos militares estaduais, concedendo os direitos que todo cidadão brasileiro possui.
Pior, tal poder político temporário tem afrontado as leis para reprimir os que querem as mudanças, violando inclusive a própria Constituição Federal por meio de seus prepostos, os quais parecem gozar de uma blindagem especial que impede que seus crimes sejam denunciados pelo Ministério Público e levados aos tribunais. Ao contrário, quem está sendo levado aos tribunais são as vítimas, virando a justiça do lado do avesso.
O leitor assíduo do blog conhece todas as violações ilegais praticadas contra mim, isto desde 2008. Todas elas comunicadas ao Ministério Público e à outros órgãos públicos, mas sou eu quem está indiciado em um Inquérito Policial Militar e submetido a um Conselho de Justificação, a vítima transformada em réu.
Ontem, recebi um comentário dando conta que o Comando do Corpo de Bombeiro não estaria cumprindo o previsto no estatuto da corporação com relação à agregação do Major BM Márcio Garcia, eleito vereador pelo município do Rio de Janeiro. Sinceramente, espero que isto não seja verdade, pois se for, estaremos diante de mais um fato concreto de violação da legislação por parte do governo fluminense contra os militares estaduais do Rio de Janeiro.
Democracia exige o respeito ao ordenamento jurídico, quando o próprio governo o violenta, ele mata a democracia no nascedouro e implanta a ditadura, onde a sua vontade supera os direitos do cidadão garantidos pela legislação.
A omissão dos que deveriam agir tem sido o catalisador para o aumento da repressão estatal ilegal, uma omissão que na verdade tem outro nome: cumplicidade.
Anistia Já!
Juntos Somos Fortes! 

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

ATENÇÃO! QUE GREVE É ESSA NA PF?

Prezados leitores e leitoras, peço que leiam o artigo a seguir transcrito e leiam com atenção redobrada os que forem Policiais Militares, Policiais Civis, Policiais Federais, Bombeiros Militares e integrantes das Forças Armadas. 
"Observatório da Imprensa 
Que greve é essa na PF? 
Por Johnny Wilson Batista Guimarães em 16/10/2012 na edição 716. 
Após mais de 60 dias de greve, muito foi divulgado na imprensa a respeito do movimento paredista de escrivães,papiloscopistas e agentes da Polícia Federal, intitulados pelo próprio grupo como “EPAs”. Talvez pela coincidência com outras reivindicações de outras carreiras de servidores públicos, o enfoque da maioria das reportagens foram os transtornos à população e pleitos por melhores salários, sem aprofundamento sobre as pretensões dos policiais federais. Foram raras as exceções, como o artigo “Greve por mais eficiência no setor público”, de José Roberto Ferro (Época Negócios, 24/09/12). 
A greve tem como principal reivindicação o reconhecimento de nível superior da carreira de agentes, escrivães e papiloscopistas, já previsto na Lei nº 9.266/96 e admitido pelo próprio Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), mas colocou em pauta problemas estruturais da Polícia Federal. É emblemático que a bandeira da greve, uma das mais longas na corporação, tenha adotado o lema “SOS Polícia Federal”. Além da valorização profissional, os policiais federais em greve estão discutindo a própria instituição. Desde o início, policiais federais e seus representantes sindicais tentam manter as manifestações públicas, nos termos estabelecidos por decisões judiciais que, apesar de impor limite, reconheceram a legalidade da greve. O entendimento do ministro Herman Benjamin, do Superior Tribunal de Justiça (STJ) foi neste sentido: “Indubitável a legitimidade do pleito dos policiais federais por vencimentos adequados às essenciais funções exercidas, o que se afigura imprescindível para garantir a atratividade da carreira e uma bem-sucedida política de recrutamento, de modo a selecionar os melhores candidatos. Em outras palavras, mais do que um pleito corporativo, é do interesse da própria sociedade e do Estado brasileiro que seus policiais federais tenham remuneração satisfatória. 
Privilégios ameaçam ruir 
Após mais de dois meses, auditórios de sindicatos se tornaram centros de debates sobre os problemas estruturais e de gestão da PF. Os ânimos se acirraram quando dirigentes do órgão e delegados, colegas de trabalho dos policiais federais em greve, viraram as costas para a categoria, talvez com receio de que a visibilidade na mídia escancarasse o modelo arcaico da respeitada Polícia Federal. Os gestores tentam abafar o pedido de socorro dos policiais federais por reconhecimento e valorização profissional, mas também por maior eficiência do serviço. O mantra da “hierarquia e disciplina” não conseguiu sufocar a ideia amadurecida pelos policiais federais em prol da mudança no interior da PF. No combate à corrupção, em centenas de ações de inteligência policial em todo o país, os federais conheceram os meandros do Estado, suas vicissitudes e a necessidade de modernizar a Polícia Federal para equilibrar o jogo, aparentemente perdido, contra a corrupção e o crime organizado. Neste sentido, a polícia federal, que é polícia civil e cidadã, deve estar cada vez mais distante da militarização, pois a hierarquia e disciplina que impera no meio militar é bem diferente da que deve orientar as polícias civis. Nestas, somente se sustentam hierarquia e disciplina voltadas para a finalidade pública, que no caso é a prestação eficiente da segurança pública, dentro dos ditames constitucionais. Não é à toa que, recentemente, o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Leon Panetta, alertou aos países da América Latina para que não deem a função de polícia a forças militares. A mensagem foi de que as autoridades civis devem ser fortalecidas para lidar com a defesa das leis. As polícias civis, nos últimos anos, tanto a PF quantos as estaduais, passaram a atrair para seus quadros profissionais das mais diversas áreas do conhecimento acadêmico. São esses policiais federais, com visão crítica, formados em renomadas universidades, que estão encarando o desafio de olhar para dentro do castelo de areia da segurança pública. 
Conceitos corporativistas e privilégios de castas ameaçam ruir
Hoje já não parece aceitável que a mesma estrutura das polícias do Brasil Império ainda persista na nação que almeja posição de destaque entre as potências mundiais. Papel fundamental A discussão sobre o atual modelo de segurança pública não inviabiliza (ao contrário, completa) a principal reivindicação dos policiais federais pelo reconhecimento das atribuições de nível superior da carreira. Sem dúvida, o nível do debate já credenciou os policiais grevistas. Numa instituição dirigida por delegados, todos formados em Direito e muitos refratários à valorização profissional na carreira da própria instituição, era previsível a resistência à ideia de que as ciências jurídicas (em que pese a tradição) não sejam superiores às demais áreas acadêmicas. A estrutura de polícia foi herdada de outra época, com os vícios do bacharelismo. Os avanços tecnológicos e a crescente sofisticação das organizações criminosas se encarregarão de mostrar que atividade policial deve ser, sobretudo, de investigação e natureza multidisciplinar. Já está ultrapassada a visão de que a investigação policial é atividade natureza intermediária. Com o auxílio da tecnologia e do conhecimento científico dos variados ramos, o fazer policial vai se afirmando como atividade interdisciplinar, tão aprofundada quanto forem as inteligências envolvidas em seu labor. Vale lembrar que o aprimoramento das investigações resultará em denúncias mais consistentes pelo Ministério Público e ações penais mais eficazes, lastreadas na atividade policial. 
Esta greve dos policiais federais, apesar dos transtornos à população e a redução de prisões nas estatísticas oficiais, poderá trazer ganhos para segurança pública no Brasil. As autoridades mais atentas talvez percebam que uma instituição sufocada pelo excesso de atribuições e pelo arcaísmo da estrutura está tentando respirar. A mídia tem um papel fundamental de esclarecimento, discussão e aprofundamento deste tema, que extrapola interesses corporativistas e resvala no interesse público de uma Polícia Federal mais moderna e eficiente. 
[Johnny Wilson Batista Guimarães é escrivão de Polícia Federal, bacharel em Direito e pós-graduado em Ciências Penais pela Universidade Anhanguera]" 
Juntos Somos Fortes!

ANISTIA JÁ! - BOMBEIROS E POLICIAIS MILITARES - ALERJ



O Poder Judiciário tem anulado exclusões de Policiais Militares que tinham sido expulsos da Polícia Militar em razão de terem participado do movimento unificado realizado nos meses de janeiro e fevereiro do corrente ano. As reintegrações estão beneficiando apenas Policiais Militares lotados em Volta Redonda. Nenhum Bombeiro Militar foi reincluído até a presente data, salvo melhor juízo.
Enquanto a luta se desenvolve nos tribunais o projeto de anistia destes Policiais e Bombeiros Militares continua parado na ALERJ, embora tenha como autores quase todos os deputados estaduais. A aprovação do projeto não só faria justiça, pois fica evidente que a aplicação da pena demissionária é excessiva no caso, mas também desafogaria o Poder Judiciário com o fim de dezenas de ações.
Penso que todos os Bombeiros e Policiais Militares do Rio de Janeiro deveriam estar voltados para a luta pela reintegração dos seus companheiros, organizando atos pacíficos e ordeiros para cobrar a votação do projeto na ALERJ. Nenhum Bombeiro ou Policial Militar pode esquecer, por exemplo, que o aumento que receberão em janeiro/fevereiro de 2013 guarda relação direta com o sacrifício dos que foram e dos que ainda podem ser excluídos.
Bombeiros e Policiais Militares, pensem sobre isso.
Juntos Somos Fortes!

terça-feira, 16 de outubro de 2012

POLICIAIS MILITARES - MOBILIZAÇÃO - REINTEGRAÇÃO



COMENTÁRIO RECEBIDO: 
"REINTEGRAÇÃO DE PRAÇAS POR DECISÃO JUDICIAL 
Bol PM nº. 192 - 15 Out 2012 - Fl. 23 
REINTEGRAÇÃO DE PRAÇAS POR DECISÃO JUDICIAL 
Torna público que, em cumprimento à decisão liminar exarada pelo Exmo. Sr. Dr. juiz de Direito da 1ª Vara Cível da Comarca de Volta Redonda, nos autos do processo nº. 0017557-74.2012.8.19.0066, REINTEGRA ao efetivo da Corporação o EX-CB PM RG 79.829 CARLOS ALBERTO CAMPOS DE OLIVEIRA, o EX-SD PM RG 83.024 LEANDRO AZEVEDO MAGALHÃES, e o EX-SD PM RG 84.139 MARCOS VINÍCIUS DA CRUZ SILVA. 
* POLICIAIS MILITARES DO 28º BPM (VOLTA REDONDA) REINCLUÍDOS APÓS A EXCLUSÃO EM VIRTUDE DA PARTICIPAÇÃO NO ATO DE MOBILIZAÇÃO PELA DIGNIDADE SALARIAL DA PMERJ EM FEVEREIRO DE 2012". 
Juntos Somos Fortes!

sábado, 13 de outubro de 2012

ANISTIA JÁ PARA BOMBEIROS E POLICIAIS MILITARES



População precisa participar do Movimento Anistia Já para os Bombeiros e Policiais Militares. 
Homens e mulheres honestos que foram excluídos de suas corporações acusados do "crime" de lutar por salários justos. É hora de corrigirmos esta injustiça contra chefes de família que sempre honraram as suas instituições e diuturnamente arriscaram a própria vida na defesa da população. População precisa responder presente. 
O projeto de anistia está na ALERJ, mas o presidente da casa legislativa, deputado Paulo Melo (PMDB) se nega a colocá-lo em votação. 
Ingressem na luta pela anistia dos Bombeiros e Policiais Militares do Rio de Janeiro, heróis que foram atirados criminosamente nas solitárias da penitenciária Bangu 1 e ficaram incomunicáveis por três dias. 
Juntos Somos Fortes!

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

ANISTIA - BOMBEIROS E PMs - O OBJETIVO MAIOR



As eleições fazem parte do passado, devemos festejar as vitórias, aprender com as derrotas e, neste momento, centrar nossos esforços na luta pela anistia dos Bombeiros e Policiais Militares, o que determinará a reintegração dos companheiro que estão sofrendo ao lado de seus familiares.
Penso que precisamos reunir todos os que foram submetidos à PAD com a brevidade que a gravidade da situação determina. A reunião deve envolver os que já foram excluídos e os que o PAD ainda está tramitando, pois a definição da estratégia a ser adotada precisa alcançar os dois grupos.
Diante do exposto, considerando a melhor organização da categoria, opino que os Bombeiros Militares promovam a primeira reunião.
Juntos Somos Fortes!

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

CORONEL PAÚL - AGRADECIMENTO - INFORMAÇÃO


Prezados leitoras e leitoras, agradeço as mensagens de apoio que tenho recebido na forma de comentários e através de emails.
Muito obrigado!
Aproveito para comunicar que este é o nosso único blog em atividade a partir desta data, o qual se destinará à publicação de notícias sobre a defesa, a reintegração e a anistia dos Policiais Militares e Bombeiros Militares que participaram do movimento unificado.
Juntos Somos Fortes!

terça-feira, 9 de outubro de 2012

CORONEL PAÚL, O INFANTE, DEIXOU A LINHA DE FRENTE



Prezados leitoras e leitores, como exaustivamente expliquei nas minhas últimas postagens, o resultado das eleições seria determinante para a minha continuidade na linha de frente da luta em defesa da Polícia Militar e dos Policiais Militares, tendo em vista que sem uma blindagem mínima (mandato político), não teria como prosseguir combatendo diante de inimigos tão poderosos e que mudam as regras da batalha (alteram ou desrespeitam a lei) ao seu bel prazer. 
Mal comparando, a situação é semelhante à vivenciada em alguns jogos juvenis de computador, nos quais para você matar o chefe tem que antes conseguir uma arma poderosa, sem a qual você perde sempre. 
Como disse nas conversas que mantive com os Policiais Militares no curso da campanha eleitoral, colocar a cabeça na guilhotina eu fiz, mas exigir que eu solte a corda que sustenta a lâmina, provocando a minha decapitação, isso já é exigir demais deste velho Coronel de Polícia. 
Salvo melhor juízo, na história das Polícias Militares e dos Corpos de Bombeiros Militares do Brasil, nenhum Oficial ou Praça lutou tanto e de tantas maneiras em defesa da sua corporação e de seus integrantes. Se alguém souber de caso semelhante ao meu, por favor, informe, quero conhecer. Ninguém, Oficial ou Praça, ativo ou inativo, pode cobrar de mim um novo sacrifício depois de todas as represálias que sofri, uma delas com requinte de crueldade, o encarceramento das solitárias da penitenciária Bangu 1. 
Deixo a linha de frente, mas não deixo a luta, deixo isto bem claro, temos que reintegrar nossos companheiros e fazer com que a anistia seja votada. 
 Reconheço não a derrota, mas a impossibilidade temporária de vencer nossos algozes, pois não tenho como vencer o jogo com as regras do governo. 
Diante do exposto, informo que nossos blogs e nosso canal do youtube ficarão restritos a partir do primeiro minuto do dia 11 OUT 2012. Este blog será a exceção, mas utilizado basicamente para transmitir informações sobre a luta pela reintegração e pela anistia dos PMs e BMs que participaram do movimento unificado.
Nosso próximo encontro nas ruas do Rio de Janeiro, deverá ser lutando juntos pela anistia e pela reintegração dos PMs e BMs.
Juntos Somos Fortes!

ELEIÇÕES, O CORONEL PAÚL ESTAVA CERTO




Longe de ter a pretensão de ser um analista político, eu acertei no alvo os meus palpites sobre as eleições 2012 no tocante à Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, palpites que externei para os PMs durante a campanha eleitoral. Ao longo das conversas eu deixava claro que diante do quadro existente e da desmobilização, os PMs corriam o risco de não elegerem nenhum representante no município do Rio de Janeiro, enquanto os Bombeiros Militares tinham tudo para elegerem o Major BM Márcio Garcia (PR), o que acabou se confirmando. Acertei. 
Diante de olhos incrédulos, eu explicava que os PMs precisavam aprender com os Bombeiros, isto para 2014, buscando uma forma organizada de escolha dos seus candidatos. Em alguns momentos chegava a dizer que caso isso ocorresse, eu não seria escolhido, diante da rejeição que sofro de parte significativa da tropa por ter sido Corregedor por quase três anos, mas que a organização era imprescindível para a vitória. 
Apesar de me descartar como candidato em caso de uma mobilização, informava que diante do quadro eleitoral e da distribuição dos PMs candidatos pelos partidos, nesta eleição eu era o voto útil, o candidato com mais chances de ser eleito, mesmo sem ser o PM com a possibilidade de obter o maior número de votos. Acertei. 
Eu dava uma série de explicações para robustecer o meu posicionamento, como fiz também no blog da candidatura. 
Primeiro, informava que nenhum PM conseguiria obter 8.000 votos. Acertei. 
Em seguida, esclarecia que nos partidos onde estavam filiados os candidatos PMs mais conhecidos, ter menos de 8.000 votos tornava impossível a eleição, em face da inexistência de um forte puxador de votos. Acertei. 
Neste ponto, explicava que por ser do DEM eu poderia ser eleito até com 6.000 votos, isso em razão da previsão do partido conseguir seis cadeiras na Câmara Municipal, isso com uma expressiva votação no ex-prefeito Cesar Maia, além de outros fatores que emncionava. Acertei, mas a previsão não se concretizou, o DEM só conquistou três cadeiras. 
Informava que eu só precisaria que os PMs das UPPs que votassem no Rio me apoiassem, apenas isto. O desfecho da apuração mostrou que eu estava certo, novamente. 
Basta uma consulta ao site do STE para verificar que as minhas análises se confirmaram. 
O Coronel PM Rabelo (3.762) e o Cabo PM Gurgel (3.069) tiveram ótimas votações, considerando o quadro de desmobilização dos PMs, mas ficaram longe da vaga, pois o PTC só fez uma cadeira e com 15.775 votos. O segundo e o terceiro do PTC, os quais não se elegeram, conseguiram 6.572 e 5.550, respectivamente, bem à frente dos PMs que merecem nossos elogios. 
O PHS elegeu o vereador com o menor número de votos: 6.015. 
No caso do DEM, o quarto colocado obteve 5.025. O quinto 4.842 e o sexto 3.657 votos. Logo, caso a previsão dos analistas políticos se confirmasse, eu poderia ser eleito até com 3.700 votos, caso tivesse o apoio dos PMs das UPPs. 
A minha votação foi pífia por uma série de fatores que também comentei no blog, isso ao longo da campanha, mas o quadro apresentado demonstra de forma inequívoca que na política não existe lugar para amadores, temos que ser profissionais. Para a obtenção de resultados temos que politizar a tropa e escolhermos previamente nossos representantes, como fizeram os Bombeiros, enquanto não acordarmos para tais verdades teremos uma corporação fraca e desvalorizada. 
Juntos Somos Fortes!

RIO - ELEIÇÕES: POVO DEMONSTRA REVOLTA NAS URNAS



A população do Rio de Janeiro demonstrou, mais uma vez, o seu descontentamento com a classe política fluminense, o que fica evidente com o número de abstenções, votos nulos e brancos.
Só com investimentos concretos na educação pública poderemos reverter este quadro tenebroso que se agrava a cada pleito e que demonstra o real motivo da não introdução no país do voto voluntário, pois isso faria com que uma parcela mínima de eleitores comparecessem, aliás só compareceriam os que tivessem interesses em ganhar dinheiro.
A matéria do Jornal do Brasil abre as cortinas para esta tragédia, demonstrando que o número de eleitores que não compareceram para votar foi superior ao número de votos obtido pelo segundo colocado e equivalente a um terço dos que votaram em Eduardo Paes, por exemplo. 
"Abstenção no Rio é maior que votação do 2º colocado 
Dos 4.719.607 eleitores habilitados na cidade do Rio de Janeiro, mais de 965 mil - o equivalente a 20,45% do total - se abstiveram de votar no primeiro turno deste domingo. O número é maior que a quantidade de pessoas que votaram no candidato do Psol, Marcelo Freixo, que ficou em segundo lugar na disputa com o prefeito reeleito Eduardo Paes (PMDB). Freixo obteve 914.082 votos no pleito. 
Os eleitores que votaram branco ou nulo também foram significativos e somaram 507.323 votos. O índice é maior que a votação feita pelos candidatos Rodrigo Maia (DEM), que teve 95.328 votos, Otávio Leite (PSDB), com 80.059, e Aspásia Camargo (PV), que conquistou 41.314 eleitores. 
O primeiro lugar ficou com o prefeito Eduardo Paes, que confirmou o favoritismo e foi reeleito com 64% dos votos válidos (2.097.733 votos). O peemedebista liderou as pesquisas de intenção de voto desde o início da corrida eleitoral. A vitória foi a maior em primeiro turno na capital fluminense desde 1985, quando o ex-prefeito César Maia (PFL, agora DEM) se elegeu com 50,1% (1.728.853 votos)".
Juntos Somos Fortes!

domingo, 7 de outubro de 2012

CORONEL PAÚL - ESCLARECIMENTOS


Prezados leitores e leitoras, o resultado obtido nas urnas não deixa qualquer dúvida de que os Policiais Militares do Rio de Janeiro não querem que eu continue lutando. Portanto, em razão das explicações que publiquei no blog da candidatura, a partir da presente data deixo de ser infante na luta pela cidadania dos PMs e abro espaço para que outros passem a exercer tal atividade.
No intuito de evitar equívocos quanto à minha postura, peço que os que ainda não leram as minhas explicações (Link), leiam antes de qualquer avaliação sobre o meu comportamento futuro.
Não desistirei de continuar participando das lutas justas, isso no exercício pleno da cidadania.
Os meus compromissos na luta dos militares estaduais passam a ser direcionados para:
-  a reintegração dos Bombeiros e dos Policiais Militares excluídos (e dos que vierem a ser excluídos) por participarem da mobilização unificada.
- a votação do projeto de anistia dos mesmos Bombeiros e Policiais Militares.
- o projeto de politização da PMERJ a ser desenvolvido pelo grupo "a Polícia que queremos".
Além disso, dedicarei meu tempo as ações direcionadas à minha defesa no Conselho de Justificação e na AJMERJ, caso seja denunciado pelo Ministério Público.
Não farei novas publicações nos meus outros blogs, sendo este o único que permanecerá ativo e com o objetivo exclusivo de fazer postagens relacionadas aos itens mencionados anteriormente.
Temporariamente, manterei o meu canal de vídeos do youtube público e manterei minha página no facebook.
Permanecerei com minha conta no twitter (@celprpaul) e com o email pauloricardopaul@gmail.com ativos.
Por derradeiro, ratifico os meus sinceros agradecimentos a todos e a todas que no período de 2007-2012 ombrearam conosco nas ruas do Rio de Janeiro e na internet (Assistam o vídeo)
Juntos Somos Fortes!

CORONEL PAÚL - VOTOS - AGRADECIMENTO


Agradeço de coração a todos e a todas que se mobilizaram e votaram em mim nas eleições para o município do Rio de Janeiro.
Muito obrigado!
Muito obrigado!
Muito obrigado!
Juntos Somos Fortes!

PARABÉNS! MAJOR BM MÁRCIO GARCIA, O SHOW DOS BOMBEIROS


Parabéns! Bombeiros Militares do Estado do Rio de Janeiro.
Parabéns! Major BM Márcio Garcia, vereador eleito pelo município do Rio de Janeiro.
Eleição muito merecida de um Oficial honesto e competente que demonstra claramente com as suas posturas a diferença entre comandante e líder.
Um verdadeiro show de mobilização deram, novamente, os Bombeiros Militares ao vencerem um desafio enorme, elegendo um companheiro de lutas sem os milhões que são gastos pelos candidatos em cada campanha. 
Tenho plena convicção que este foi o primeiro passo na politização da tropa do CBMERJ, um movimento que resultará em muitas vitórias no mundo político, isso já em 2014 com a  eleição de deputados federais e estaduais.
Desejo todo sucesso ao Major BM Márcio Garcia e a sua equipe de trabalho.
Juntos Somos Fortes!

CORONEL PAÚL - ELEIÇÕES - ESCLARECIMENTOS

1a Marcha Democrática
Policiais Militares e Bombeiros Militares
Rio de Janeiro - 27 JAN 2008
Prezados leitores e leitoras, peço que leiam com atenção o artigo que postei em setembro no blog relativo à candidatura. Ele é imprescindível para que compreendam a minha postura após a divulgação dos resultados da eleição para vereador no município do Rio de Janeiro.
O artigo pode ser acessado através do seguinte link:
Se não for pedir demais, assistam o vídeo no qual faço agradecimentos a todos e a todas.
Eis o link:
São 14:45 horas, a votação segue nas urnas.
Muito obrigado.
Quem quiser pode acompanhar a apuração a partir das 17:00 hs deste domingo atraves do site do TSE:
http://www.tse.jus.br/
Juntos Somos Fortes!

PMs IMPEDIDOS DE VOTAR - ESCLARECIMENTO


Como eu publiquei (Link) estava recebendo denúncias dando conta que Policiais Militares lotados em UPPs estariam impedidos de votar em razão das escalas referentes ao pleito eleitoral. Ontem, conversando com PMs de diferentes UPPs pude constatar que não existia problema com relação aos que estavam entrando ou saindo de serviço neste domingo, pois tinha sido prorrogado o horário de substituição de modo que os que entrassem de serviço votassem antes e os que saíssem votassem após deixar o quartel. Restou dúvida quanto aos PMs que estavam de folga no domingo e que foram escalados no serviço extra das eleições. Ouvi relatos de que alguns não conseguiriam votar pois teriam que se apresentar para o serviço na madrugada de domingo, enquanto outros teriam que se apresentar às 10:00 horas, mas não conseguiriam votar antes em razão da distância entre o local de votação e o batalhão onde foram escalados, considerando que a votação começou às 08:00 horas.
O certo é que devemos aguardar até amanhã para que possamos verificar se efetivamente PMs foram impedidos de votar em virtude de terem sido escalados sem conformidade com a diretriz da PMERJ.
Peço a quem teve o direito cerceado ou que soube de algum PM que teve, que comunique através de comentário ou de email.
Juntos Somos Fortes! 

POLÍCIA MILITAR - HISTÓRIA - 27 JAN 2008

 

1a Marcha Democrática
Policiais Militares e Bombeiros Militares
Rio de Janeiro
Na época eu exercia a função de Corregedor Interno da PMERJ.
A foto retrata entrevista coletiva concedida por mim e por outros Coronéis Barbonos (Vivas, Fialho e Cony).
Juntos Somos Fortes!

sábado, 6 de outubro de 2012

BLOG - ARTIGOS - ESCLARECIMENTO




Prezados leitores e leitoras, o blog hospedado no endereço http://coronelpaul25190.blogspot.com foi criado apenas para ser utilizado no período eleitoral, portanto, não serão feitas novas publicações nele a partir do dia 07 OUT 2012.
O nosso blog referência voltará a ser este, o qual servirá como meio de contato com todos (as), eleito ou não. 
Muito obrigado a todos e a todas que frequentaram o blog de campanha, o qual alcançou 10.000 visitas no seu curto tempo de vida. 
Juntos Somos Fortes!

terça-feira, 18 de setembro de 2012

O RIO DAS UPPs E A INSEGURANÇA PÚBLICA

Prezados leitores, bom dia!
Não esqueçam que os artigos estão sendo postados no blog da candidatura (Link).
 
 
O GLOBO:
1) Menina de 11 anos é baleada na Vila Cruzeiro, na Penha
Segundo comandante da UPP do Parque Proletário, policiais não fizeram nenhum disparo (Leia mais).
 2) Pediatra é morta com dois tiros na Penha
De carro, médica foi abordada por homens armados depois de deixar o plantão no Hospital Getúlio Vargas (Leia mais).
As atribuições dos vereadores são limitadas, isto é um fato, mas o que aumenta sobremaneira a pouca participação deles na vida da cidade é a própria postura. Ao optarem pelo enclausuramento na Câmara dos Vereadores e pela presença apenas nos seus redutos eleitorais, passam a imagem de que pouco ou quase nada podem realizar para mudar a realidade social, o que não é verdade. Um vereador que participa da vida da cidade, que atua nas ruas compartilhando com a população os seus anseios, muito pode produzir.
Na área da segurança pública, por exemplo, não percebemos qualquer ação dos nossos representantes, que calados assistem a uma gestão que está agigantando a Polícia Militar, desqualificando, desvalorizando e desmotivando os Policiais Militares, eles que são os responsáveis pela promoção da segurança pública.
A insegurança pública está nas comunidades assistidas por UPPs, ela está por todos os lados e os vereadores devem estar nas ruas.
Juntos Somos Fortes!

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

POLÍCIA MILITAR - PROEIS - RAS - ATRASO

Leiam este e outros artigos no blog: http://coronelpaul25190.blogspot.com


O nosso blog continua recebendo reclamações de Policiais Militares dando conta do grande atraso no  pagamento dos serviços extras remunerados desempenhados no PROEIS e no RAS. Segundo os comunicantes os serviços prestados em junho ainda não foram totalmente pagos e ninguém recebeu nada com relação aos serviços de julho.
Tal realidade pode colocar em risco os próprios programas, pois sendo voluntária a participação, o atraso pode fazer com que os PMs desistam.
O que causa estranheza é o silêncio da ALERJ, órgão que tem o dever de fiscalizar o poder executivo, sobre o tema. Salvo melhor juízo, ainda não ouvi pronunciamento de deputado sobre este injustificável atraso.
Aliás, cabe lembrar que a Câmara de Vereadores também tem o dever de cobrar o fim dos atrasos no pagamento da gratificação dos PMs que trabalham nas UPPs, pois ela é paga pela prefeitura.
Se for eleito terei na fiscalização do executivo uma missão a ser cumprida com toda tenacidade.
Enquanto o legislativo não fiscaliza e não cobra do executivo, quem paga a conta são os Policiais Militares.
Juntos Somos Fortes!

sábado, 8 de setembro de 2012

ATENÇÃO - BLOG DA CANDIDATURA - NOVOS ARTIGOS

 
 
Bom dia, prezados leitores!
Leiam no blog da candidatura os novos artigos sobre os serviços extras na Polícia Militar, os remunerados (PROEIS e RAS) e os não remunerados; o fim dos extras não remunerados; o "combate" ao jogo dos bichos no período eleitoral; a minha postura no dia seguinte às eleições; entre outros temas.
Acessem o blog (Link), leiam, comentem e divulguem.
Juntos Somos Fortes!

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

POLICIAL MILITAR - GUARDA MUNICIPAL - ATENÇÃO

Jornal do Brasil

No blog da candidatura eu postei dois artigos importantes para os Guardas Municipais e para os Policiais Militares do Rio de Janeiro.
Tratei da terceirização do trânsito, do RAS, do PROEIS e da continuidade do serviço extra obrigatório e não remunerado na PMERJ, algo absurdo.
Leiam, comentem e divulguem.
Acessem o blog (Link).
Juntos Somos Fortes!

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

ATENÇÃO, LEITORES!

 

Peço que leiam os próximos artigos diretamente no blog da nossa candidatura:
CORONEL PAÚL NELLES! 25190 (Link).
Muito obrigado!
Juntos Somos Fortes!

POLICIAIS MILITARES - ATENÇÃO - PAÚL NELLES! 25190


Coronel PM Paúl - 30 AGO 2009
Organizador e patrocinador do primeiro ato
em defesa da PEC 300 no Rio


Prezados Policiais Militares, ativos e inativos, peço que não deixe de ler e de divulgar, o artigo em que trato da necessidade de ter um mandato político para continuar lutando (Link) pela PM e pelos PMs. No artigo deixo claro meu posicionamento a partir do dia seguinte à realização das eleições, caso não seja eleito. Publiquei o artigo porque gosto de clareza, sempre investi na transparência, dando publicidade nos meus blogs de todos os atos e de todas as minhas opiniões.
Infelizmente, nós, Policiais Militares, repetimos o erro das eleições anteriores e não escolhemos previamente os nossos candidatos, o que resultou em um grande número de candidatos, dividindo os votos e enfraquecendo todos os candidatos.
Urge que a Polícia Militar eleja pelos menos um candidato na Capital e tantos quanto forem possíveis nos demais municípios, o que significa que os PMs precisam concentrar sua votação.
Respeitando todos os candidatos PMs da Capital, quem fizer uma comparação das lutas dos candidatos, optará pela nossa candidatura, isso é um fato. Quem duvidar que faça a comparação, a diferença é de clareza solar.
Além da luta pretérita, temos que avaliar também a postura de enfrentamento ao governo que nos oprime, pois de nada adiantará eleger um candidato que passará o mandato sentado no seu gabinete na Câmara dos Vereadores. O nosso representante precisa ir para as ruas com a sua equipe e promover os atos públicos que tanto incomodam os maus governantes. Neste aspecto, a comparação também é amplamente favorável a mim.
O nosso candidato precisa ter visibilidade fora da Polícia Militar, pois são precisos milhares de votos. Novamente, levo vantagem, sou praticamente o único com visibilidade fora da PMERJ.
Por derradeiro, nos meus mais de trinta anos de Polícia Militar não deixei qualquer dúvida sobre a minha competência, honestidade e amor corporativo, portanto, posso ser um digno representante.
Policial Militar é hora de votar em Policial Militar.
Na Capital é hora de concentrar votos em um dos candidatos.
É hora de comparar os candidatos e escolher.
Policial Militar é hora de votar Coronel PAÚL NELLES! 25190
A certeza de que a partir do dia seguinte às eleições teremos atos públicos nas ruas em defesa do funcionalismo público, sendo o primeiro cobrando a ANISTIA dos Policiais Militares e dos Bombeiros MIlitares.
Juntos Somos Fortes! 

CORONEL PAÚL COMPROVA LUTA E DÁ SEGURANÇA AOS SEUS ELEITORES


Coronel PM Paúl
Ex-Corregedor Interno


O Supremo Tribunal Federal segue julgando o mensalão e as condenações renovam a esperança na construção de uma nova política no Brasil, algo que parecia impossível, mas que ganhou uma sobrevida.
As mudanças políticas precisam passar por nós, eleitores, que temos que escolher os nossos candidatos, avaliando a sua conduta pretérita. Votar em alguém completamente desconhecido é um passo no escuro que pode levar a nossa queda.
Eu tive a preocupação de apresentar tal possibilidade a todos que acessam este blog, fiz um resumo da minha luta nas ruas do Rio de Janeiro (2007-2008) e disponibilizei os links na parte superior do blog:
"ANTES DE VOTAR, CONHEÇA A NOSSA LUTA! - Eu tive o cuidado de fazer um resumo sobre a nossa luta nos últimos seis anos (2007-2012) em prol dos Policiais Militares, dos Bombeiros Militares, dos Policiais Civis e do funcionalismo público em geral. Tenho certeza de que valorizando e qualificando o funcionalismo, a população receberá serviços públicos de melhor qualidade. Acesse o link e poderá comprovar as diferentes fases da luta nos nossos milhares de artigos e nas centenas de vídeos e fotografias (Link)".
Penso que a transparência do candidato é a principal ferramenta para a melhor análise por parte dos eleitores. Quem consegue provar que lutou pelo interesse público antes de ser candidato permite ao seu eleitor votar com maior confiança que ele não o decepcionará.
A propaganda eleitoral televisiva destina a maioria dos candidatos poucos segundos, os quais só permitem as fáceis promessas, não permite que o eleitor conheça os candidatos. Comapre um com o outro. Portanto, disponibilizar meios para que o eleitor possa nos conhecer, deve ser uma preocupação dos candidatos, isso dos que possuem algo para mostrar, obviamente.
Temos que construir uma nova política, caso contrário continuaremos a vivenciar:
O Globo.
- Polícia prende prefeito de Guapimirim e candidata à prefeitura (Link).
-Prefeito e secretário de Saúde de São Francisco de Itabapoana são presos por suspeita de corrupção (Link).
Juntos Somos Fortes!

terça-feira, 4 de setembro de 2012

MANIFESTO PÚBLICO DE APOIO À CANDIDATURA DO CORONEL PAÚL

EMAIL RECEBIDO:

Abaixo-assinado As Cinco Razões pelas quais votaremos Coronel Paúl - 25190
 
 
PRIMEIRA: POR SEU DESTEMOR
O Cel Paúl foi um dos primeiros oficiais a organizar o movimento de apoio ao Comando Geral, para a defesa de reivindicações da tropa, notadamente quanto à melhoria de condições de trabalho e de remuneração justa, acendendo a campanha por dignidade profissional de policiais militares, que acabou por despertar anseios idênticos de bombeiros militares (depois chamados “vândalos” pelo Governador). As pesadas consequências seriam até bem previsíveis, resultantes da intolerância político-partidária do governo, já antes externada em relação a professores (chamados de “preguiçosos”) e a médicos estaduais (chamados de “vagabundos”). Mas ele nunca temeu.

SEGUNDA: POR SUA PERSEVERANÇA
O Cel Paúl foi exonerado de seu cargo de Corregedor Interno (perdendo alta gratificação); colocado à disposição da DGP sem função, teve reduzida em dois anos sua permanência na ativa (por casuística alteração do Estatuto); preso disciplinarmente, de forma arbitrária, sem nota de culpa; depois, falsamente acusado de incentivador de greve, também foi recolhido à penitenciária Bangu 1, de forma ilegal e injusta, tendo sido ,deturpada a ordem judicial; e, ainda, está ameaçado de expulsão, submetido a Conselho de Justificação e a IPM. Mas ele nunca se deteve.

TERCEIRA: POR SUA INTEGRIDADE MORAL
O Cel Paúl, criado no seio de família honrada, cujo pai foi professor, perseguido pelo governo militar nos chamados anos de chumbo, forjou seu escopo moral em bases sólidas, mantendo em toda a sua vida profissional supremos valores éticos e morais, apesar de ter observado em contrário tantos exemplos interna corporis e mesmo na política nacional. Mas ele nunca se modificou.

QUARTA: POR SEU CONTEÚDO IDEOLÓGICO
O Cel Paúl sempre demonstrou, em toda sua trajetória na Polícia Militar, ser possuidor dos princípios de lealdade e de amor corporativo, convicto da nobre missão social precípua à instituição. Ao longo de sua luta, após as inominadas perseguições de que foi vítima, sempre demonstrou claramente que seu conteúdo ideológico, acima dos valores corporativos que possui, será sempre de natureza democrática, malgrado seus perseguidores atuarem com claro sentimento absolutista e despótico, inclusive com flagrante desrespeito a normas constitucionais e prerrogativas legais. Mas ele nunca se curvou.

QUINTA: POR UMA TRIBUNA DEMOCRÁTICA
Tamanha luta carece de eficaz tribuna política. E não pode haver melhor forma que a democrática. Engana-se quem pensar que o vereador nada pode fazer nas questões estaduais. Além de contribuir pela melhoria de serviços essenciais (segurança, saúde, educação públicas), a tribuna da vereança, outorgando a representatividade para o discurso político, poderá propiciar também maiores recursos para campanhas posteriores. Ninguém se iluda de que a luta não será cada vez mais intensa. Os inimigos do Cel Paúl – que, de fato, se confundem com os inimigos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, vale dizer, do funcionalismo público – querem desfeitear sua candidatura destemida e guerreira. Porque a temem, em todos os sentidos. O momento é de decisão: bradar contra esse processo de menosprezo aos servidores públicos, estaduais ou municipais. Esta é a verdadeira ideologia em questão. A razão maior dessa candidatura. A escolha estará na consciência de cada eleitor. Mas ele, por certo, nunca trairá o seu voto.

PAÚL NELES ! E NA CABEÇA ! 25.190
Os signatários  
 
Agradeço aos idealizadores do manisfesto.
Assinem o manifesto acessando: http://www.peticaopublica.com.br/?pi=paul
ATENÇÃO: Lembro que os novos artigos estão sendo postados no blog da candidatura: http://coronelpaul25190.blogspot.com
Juntos Somos Fortes!

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

NOVOS ARTIGOS - ESCLARECIMENTOS


Prezados leitores, bom dia!
Reitero que a partir desta data até o dia das eleições, os nossos novos artigos serão postados no blog da candidatura (Clique e acesse).
Juntos Somos Fortes!

domingo, 2 de setembro de 2012

CORONEL PAÚL - NOVOS ARTIGOS - ESCLARECIMENTOS

Coronel Paúl - 27 de janeiro de 2008
Entrevista coletiva após a marcha dos 2.000 PMs e BMs
 
Peço a todos e a todas que não deixem de ler o artigo no qual presto esclarecimentos sobre a minha candidatura ao cargo de vereador pelo município do Rio de Janeiro e onde informo sobre o meu posicionamento após a divulgação do resultado do pleito eleitoral (Link).
Aproveito para informar que os nossos próximos artigos serão publicados no blog relativo à candidatura (Link), isso neste último mês da campanha. Esclareço que o blog em questão também permite comentários.
Certo da compreensão, agradeço a todos e a todas que estão ombreando conosco nesta nova luta e informo que aqueles que desejarem material para divulgação basta enviar o endereço para o email: pauloricardopaul@gmail.com 
Juntos Somos Fortes!

POLÍCIA MILITAR - RAS - ATRASO - EFEITO



Prezados leitores, bom dia!
Nas conversas que tenho mantido com PMs, eles continuam informando que ainda não receberam qualquer pagamento referente aos serviços extras remunerados do RAS. Dizem que recentemente receberam o pagamento do extra relativo ao PROEIS, correspondente ao trabalho na Rio +20 e que incidiram descontos da ordem de 20%.
Segundo os PMs, o atraso no pagamento estaria produzindo um efeito ruim para o programa RAS, pois o número de voluntários estaria diminuindo.
O efeito era esperado, quem trabalha, deve receber. Além disso, os PMs aumentam consideravelmente as suas despesas (deslocamento e alimentação, por exemplo) para atuarem nos serviços extras. Tal realidade tem feito que o RAS signifique até o momento um aumento de custos para os PMs e não de receita, como era pretendido.
Juntos Somos Fortes!

sábado, 1 de setembro de 2012

CORONEL PAÚL - IMPORTANTES ESCLARECIMENTOS

 
Ao longo da minha luta (2007-2012) tenho tentado ser o mais transparente possível no que diz respeito aos meus pensamentos e as minhas ações, usando os meus blogs e as redes sociais para divulgá-los. Isso se impõe não só pelo meu modo de ser, mas também pelo fato de ser Coronel PM e de ombrear com Oficiais e Praças da PMERJ e do CBMERJ, nos atos que temos realizado nas ruas do Rio de Janeiro. Tal realidade determina que não posso deixar qualquer dúvida quanto aos meus posicionamentos, tenho que clarificá-los ao máximo, pois não posso sinalizar na direção errada, sou Coronel, ocupo o último posto da carreira, não posso me dar ao luxo de bravatas.

Prezados leitores e leitoras, a verdade contida no parágrafo anterior determinou que decidisse pela publicação deste artigo, o qual é especialmente dirigido aos Policiais Militares ativos e inativos, embora contenha esclarecimentos que interessam a todos que nos acompanham nestes anos.

Os meus amigos mais próximos sabem que eu resolvi concorrer nas presentes eleições no derradeiro momento, a decisão foi pensada e repensada, inclusive porque eu tinha convicção de que repetiríamos o erro de sempre na Polícia Militar, ou seja, uma quantidade enorme de candidatos, o que acaba impedindo a eleição de um representante. A nossa autofagia institucional e a vaidade de cada um, principalmente, acabam destruindo qualquer sonho de elegermos mais representantes na política fluminense, pois já temos Oficiais e Praças na ALERJ.

E por que eu decidi me candidatar?

Simples, para continuar lutando como infante, lutando na primeira linha de combate, cara a cara com o inimigo, apesar de todos os ferimentos que já me impuseram.

Neste período (2007-2012), eu fui exonerado e cortaram dois anos da minha carreira, tendo sido inativado precoce e compulsoriamente, isso aos cinquenta e um anos de idade. A exoneração e a inatividade trouxeram consigo um enorme prejuízo financeiro, o que não aconteceria se ficasse sentado na minha cadeira de Corregedor Interno da PMERJ, aliás, se fosse omisso, nenhum dos males me teria alcançado. Como não desisti da luta, seguindo como infante, várias vezes lutando sozinho ou tendo a companhia de meia dúzia de companheiros, fui sofrendo novas represálias. Nos piores momentos fui arbitrariamente preso duas vezes, sendo que na última (10 FEV 2012) fui jogado ilegalmente em uma solitária da Penitenciária Bangu 1, onde fiquei dias. Se não bastassem tantas perdas, ainda estou sendo submetido a um Processo Administrativo Disciplinar que pode resultar na minha demissão e perda do salário.

Além disso, para lutar contra o poder político, tive que no período expor as mazelas de várias áreas do serviço público, sobretudo da área de segurança, o que fez com que passasse a ser odiado por alguns na Secretaria de Segurança Pública e na própria Polícia Militar, um ônus muito grande para quem era no passado recente considerado amigo por alguns que me trataram como inimigo.  

Todas estas feridas não me fizeram parar, a minha luta só sofreu uma interrupção em 2008, quando adoeci. E, confesso, não me fariam deixar de ser infante, como tenho demonstrado, pois continuo na frente de batalha, o único que continua de peito aberto enfrentando o governo que nos oprime e faria isso sem me candidatar. Todavia, uma situação inesperada que tem se repetido, foi decisiva para que eu optasse pela candidatura.

Prezados leitores e leitoras, as ações contra mim estão eivadas de ilegalidades, isto é fato. Diante disto, fiz o que a cidadania determina, representei nos órgãos públicos, em diversos deles, federais e estaduais, alguns internacionais, narrando as ações contrárias à legislação praticadas contra mim. Para minha surpresa, não tenho conhecimento da instauração de qualquer investigação, apesar das queixas serem instruídas com documentos, filmagens e tendo sido arroladas testemunhas.

O que isso significa?

Contra mim vale tudo, a meu favor eu não posso nem cobrar que a lei seja cumprida.

O quadro que descrevi, em apertadíssima síntese, deixa claro que seu eu continuar lutando como infante e “apenas” como Coronel PM, serei sumariamente demitido.

Insistir em ficar na linha de frente em tais condições seria o que os psicólogos chamam de auto-sabotagem, um suicídio, por assim dizer.

Quero continuar lutando nas ruas, pois só nas ruas podemos defender os nossos interesses e pressionar os governantes para que nos tratem com respeito, nos ofertando salários dignos e adequadas condições de trabalho. Isso está mais do que claro, o pouco que conseguimos foi o resultado da nossa presença nas ruas, nem mais, nem menos.

Policiais Militares, só posso continuar lutando como tenho feito se for eleito. A bola está com vocês. Se querem continuar tendo um Coronel PM lutando nas ruas, nos blogs e nas redes sociais, este Coronel PM precisa ser também Vereador, isso no mínimo, eis a verdade.

Ser eleito Vereador no Rio é difícil, são necessários milhares de votos e como não tenho recursos para arcar com uma campanha milionária, caso decidam pela continuidade da nossa luta, vocês terão que se desdobrar na busca dos votos dentro da Corporação, entre seus familiares e amigos.

Obviamente, caso eu não seja eleito, não vou abrir mão da minha cidadania, continuarei lutando as lutas justas, inclusive as que afetam a nós, Policiais Militares, mas deixarei de ser infante e buscarei outras formas de lutar. Podem ter certeza continuarei lutando com os Policiais Militares e Civis, com os Bombeiros, com o funcionalismo público em geral e com todos e todas que lutam por justiça, como tenho feito até a presente data. Entretanto, terei outra postura, não serei mais uma locomotiva, deixarei esta tarefa para outros, serei passageiro.

Por derradeiro, peço que passem a acompanhar os meus artigos no blog: http://coronelpaul25190.blogspot.com

Na esperança de ter sido claro, coloco-me à disposição para qualquer esclarecimento (78716377 e pauloricardopaul@gmail.com

Juntos Somos Fortes!