BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

sexta-feira, 27 de abril de 2012

SÉRGIO CABRAL E CAVENDISH FAZEM UMA RELEITURA DE HEMINGWAY: PARIS É UMA FESTA! - REINALDO AZEVEDO

REVISTA VEJA:
BLOG DO REINALDO AZEVEDO.
 27/04/2012 às 19:15.
Sérgio Cabral e Cavendish fazem uma releitura de Hemingway: “Paris é uma festa!!!” 
Vejam esssas fotos (estão no artigo anterior do blog). Este que aparece no centro — “Chão, chão, chão…”— é Sérgio Cabral, governador do Rio. À esquerda, de gravata bordô, Fernando Cavendish, o dono da construtora Delta. O que essas imagens fazem aí? Vamos lá. 
Os petistas estão hoje empenhados em tirar a Delta da CPI. O objetivo é fazer de conta que a construtora não existe e que jamais manteve relações especiais com Carlinhos Cachoeira. Luiz Inácio Lula da Silva (ainda voltarei a este assunto), por exemplo, não quer saber de nada disso. Segundo diz por aí, quer mesmo é investigar a imprensa. Voltemos. 
Fotos publicadas no blog do ex-governador Anthony Garotinho mostram toda a cúpula do governo do Rio — inclusive e muito especialmente o governador Sérgio Cabral — numa festança em Paris com Cavendish. Sim, leitor! Garotinho passou da condição de aliado de Cabral (na primeira eleição) a inimigo figadal. Mas isso, obviamente, não cria fotos, fatos ou lhes mudam o sentido. Entre os convivas, vocês verão, está o homem que o governador encarregou de passar um pente fino nos contratos com a… Delta! Leiam texto da VEJA Online. Volto em seguida com mais fotos e um comentário final. 
A amizade entre o governador do Rio, Sérgio Cabral, e o empresário Fernando Cavendish, dono da Delta, não é segredo. Mas as suspeitas de favorecimento à construtora em contratos Brasil afora — e a gorda participação da empresa em projetos com dinheiro público no Rio — criam para Cabral um problemão diante da opinião pública. Inimigo político do governador, o deputado e ex-governador Anthony Garotinho publicou, há pouco, em seu blog, uma sequência de fotos do que seria uma comemoração em Paris, em que aparecem, além de Cabral e Cavendish, o alto escalão do governo estadual. 
O encontro teria ocorrido em julho de 2009. No momento das fotos, comemorava-se o aniversário da primeira-dama, Adriana Anselmo. De lenço na cabeça, aparentemente no meio de uma coreografia, aparecem os secretário de Saúde, Sérgio Côrtes, de Governo, Wilson Carlos e outros animados convivas - todos de terno. A comemoração, informa o blog de Garotinho, se deu no luxuoso hotel Ritz. 
Garotinho promete mais munição contra Cabral - pelo menos no que diz respeito a constrangimento público. Pouco depois do primeiro lote de imagens, o ex-governador publicou foto em que aparecem o secretário de Transportes, Júlio Lopes, abraçado a Cavendish e ao secretário-chefe da Casa Civil, Régis Fichtner - encarregado de investigar se há irregularidades nos contratos com a Delta. Na mesma viagem, parte do grupo assistiu ao show da banda U2 em Paris. 
Sérgio Côrtes, secretário da Saúde, e Wilson Carlos, secretário de governo, fazem papel ridículo em Paris ao lado de Cavendish, aquele já com a fralda (a da camisa) fora da calça.
Voltei.
Garotinho diz que os convivas estão dançando “Na Boquinha da Garrafa” em pleno restaurante Ritz. A informação lhe teria sido passada por quem forneceu as fotos. Pode estar carregando nas tintas para submeter o adversário político ao ridículo. Mas uma coisa é certa: de várias maneiras, ninguém ali está fazendo um papel muito bonito, não é mesmo? O que faz toda a cúpula do governo do Rio em Paris em companhia do dono da Delta? Não se pode dizer que esteja cuidando de assuntos de estado. Sérgio Côrtes, por exemplo, secretário da Saúde, não está combatendo a dengue, não está contribuindo para melhorar o péssimo serviço dispensado à população do Rio, nada disso… Só está se comportando de modo infantil, ridículo e deslumbrado. 
Quem pagou a festança? Foi Cavendish que arcou com os custos da farra, o que seria lamentável — porque não existe jantar de graça, não é?, muito menos no Ritz — ou foi mesmo o dinheiro público?
Dá pra entender os esforços feitos pelos petistas para não investigar a Delta. E a foto final: 
Júlio Lopes, secretário de Transportes do Rio, Fernando Cavendish e Regis Fichtner na Avenida Champs-Elysées, em Paris. Fichtner faz um pente fino nas obras que a Delta realiza no estado... 
Por Reinaldo Azevedo.
Juntos Somos Fortes!
Juntos Somos Fortes!

5 comentários:

  1. E OS QUE FICAM PRESOS E INCOMUNICÁVEIS NO "BANGU 1" SÃO POLICIAIS E BOMBEIROS "BANDIDOS" QUE OUSARAM PEDIR SALÁRIOS DIGNOS.
    PARABÉNS AO JUDICIÁRIO!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Em qualquer lugar do mundo eles PEDIRIAM PRA SAIR ou, sofreriam um belo IMPEACHMENT. Principalmente, após as inúmeras denúncias COMPROVADAS de enriquecimento ilícito e improbidade de vários desses QUADRILHEIROS engravatados.
    Duvido que a máfia jornalistica do RJ divulgue essa sacanagem.
    QUEM BANCOU ESSA FARRA: NÓS OU A DELTA?????

    ResponderExcluir
  3. CORONEL,
    QUE VERGONHA!! ACHO QUE DEPOIS DESSAS NOTÍCIAS VERGONHOSAS O POVO DEVE REFLETIR BASTANTE SE DEVEM VOTAR EM CANDIDATOS DO PT E DO PMDB.
    E É ESSE GOVERNO QUE ESTÁ TENTANDO DE TODAS AS FORMAS EXPULSAR BOMBEIROS E POLICIAIS MILITATES QUE NÃO DESVIARAM DINHEIRO PÚBLICO, NÃO ROUBARAM O POVO CARIOCA E MUITO MENOS SE CORROMPERAM, SOMENTE LUTARAM POR MELHORES SALÁRIOS.
    VEJA SÓ CORONEL,PARA HOMENS HONESTOS TODA PUNIÇÃO POSSÍVEL E PARA OS GOVERNANTES CORRUPTOS TODA TOLERÂNCIA PARA CONTINUAREM IMPUNES. SERÁ QUE UM DIA ISSO ACABARÁ E TEREMOS GOVERNANTES SÉRIOS E HONESTOS?

    ResponderExcluir
  4. ESPERO EM DEUS, PORQUE NA JUSTIÇA DOS HOMENS NÃO DÁ PARA CONFIAR, QUE A PROXIMA DANÇA DO DESGOVERNADOR CABRAL, SEJA A DANÇA " NA BOQUINHA DO IMPEACHIMENT '.

    ResponderExcluir
  5. Gostaria que o senhor comentasse sobre a saída do QG da PM da Evaristo da Veiga, até outubro de 2012.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.