BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

AS INVESTIGAÇÕES SOBRE QUEDA DO HELICÓPTERO DA POLÍCIA MILITAR



Prezados leitores, as investigações sobre a queda do helicóptero da PMERJ que custou a vida de quatro Policiais Militares está em andamento e acaba de surgir um dado muito importante.

"UOL notícias
PM não paga há mais de um ano manutenção de helicóptero que caiu no Rio
Paula Bianchi e Vinicius Konchinski
Do UOL, no Rio
23/11/201609h39
A PM-RJ (Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro) não paga há mais de um ano a manutenção do helicóptero que caiu no sábado (19), durante operação contra o tráfico de drogas na Cidade de Deus, zona oeste da capital fluminense.
A última transferência de recursos feita pela corporação para a empresa contratada para zelar pelo bom funcionamento da aeronave, a Helibras, foi realizada em 19 de outubro de 2015, segundo dados levantados pelo UOL no Portal da Transparência do governo do Estado do Rio.
A queda do helicóptero do tipo Esquilo, matrícula PRIDR, causou a morte de quatro policiais militares: o capitão Willian de Freitas Schorcht, 37; o major Rogério Melo Costa, 36; o subtenente Camilo Barbosa Carvalho, 39; e o terceiro-sargento Rogério Félix Rainha, 39. Costa e Schorcht eram os pilotos da aeronave. Ambos eram considerados experientes.
O motivo da queda do helicóptero ainda é desconhecido. Nenhum dos tripulantes nem a aeronave foi atingido por tiros, de acordo com perícias preliminares. Apesar da falta de pagamento da manutenção, o helicóptero está em dia com suas vistorias técnicas, segundo a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).
A aeronave passou por sua última vistoria em dezembro de 2015. De acordo com o RAB (Registro Aeronáutico Brasileiro), até o dia 4 de dezembro de 2016, ela teria que passar por uma nova inspeção para checagem do cumprimento de seu manual de manutenção. Até lá, estava legalmente liberada para voar (Leiam mais)".

Juntos Somos Fortes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.