BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

quinta-feira, 20 de abril de 2017

INVESTIGAÇÃO JÁ! - "DELAÇÕES PERIGOSAS: ODEBRECHT E UPP"



Prezados leitores, o contido no artigo que transcrevemos deve ser investigado e não está tendo a devida divulgação pela imprensa.
É preciso clarificar como ocorreram as relações entre empreiteiros milicianos e traficantes de drogas ao longo da implantação das UPPs. 
Quem fez as interlocuções?
Isso precisa ser esclarecido, entre outros aspectos relevantes.

"Site Agência de Notícia das Favelas - ANP 
Delações perigosas: Odebrecht e UPP 
Por: Julianne Gouveia - 19 de abril de 2017 
Causaram espanto as revelações do empreiteiro e réu na Operação Lava Jato Marcelo sobre o destino de propinas a milícias do Rio e guerrilhas armadas. O herdeiro do Grupo Odebrecht, uma das maiores construtoras do país, afirmou em depoimento à Polícia Federal que o departamento da empresa que cuidava exclusivamente do molha-mão (!) pagou para atuar em áreas sob domínio de organizações paramilitares na América Latina, Oriente Médio e também no Rio de Janeiro. Mas é importante frisar que esse assombro veio apenas do asfalto. Nada disso nunca foi novidade para quem vive por aqui, e cada vez mais se desenha enquanto verdade os muitos boatos que ligavam capital, polícia e política na ocupação das favelas. 
Sempre correu à boca miúda sobre como se dão as relações perigosas entre polícia, narcotráfico e milícia. Nada disso é mistério. No império fluminense de Sérgio Cabral, o relacionamento alcançou um novo nível com a implantação das UPPs. Na segunda metade dos anos 2000, estes episódios claramente farsescos trouxeram para as telinhas e bancas de jornal verdadeiros “shows de civilidade” na ocupação militar das favelas. A grande mídia, que abraçou o projeto desde início e agora pula do barco como se não tivesse sido alçada a madrinha do fracassado projeto, estampava nas manchetes a entrada da PM e da Força Nacional em áreas historicamente violentas, como Complexo do Alemão e Jacarezinho, frisando sempre a forma pacífica com que tudo isso se deu “sem nenhum tiro disparado" (Leiam mais)". 

Juntos Somos Fortes!

5 comentários:

  1. E a participação do Inspetor Beltrame nisso? Ele é um dos principais personagens dessa trama farsesca.

    ResponderExcluir
  2. Problema levantado oportuno e pertinente! Temos que ir para o ataque com as devidas cobranças dos devidos responsáveis! responsáveis

    ResponderExcluir
  3. Quem não sabe que UPP é um projeto parido pela cabeça de Eike Batista? O bilionário, talentoso e empresário viu a oportunidade para trabalhar a especulação imobiliária e valorizar a parte da cidade que lhe pertencia. Uma jogada de mestre. Cabral e seus assessores perceberam que o plano era politicamente bom e embarcaram na ideia. Quantos contratos foram firmados para que a panaceia repercutisse positivamente na mídia e na opinião pública? Deixarei por conta da imaginação de cada um. Porém, o maior assalto aos cofres públicos do Rio de Janeiro não teria tamanho sucesso se Vossas Excelências dos três Poderes e esferas não fossem tão... Peço licença a Tony Belloto (Banda Titãs) e ao administrador do Blog para compartilhar uma composição que encaixa perfeitamente aos dias atuais. Sim, os roqueiros expressaram em 2005 o que milhões de brasileiros gostariam de gritar. Eu poderia citar pelo menos duas dúzias de composições mais antigas que ainda são bastante atuais, de vários artistas, mas vou falar de 'Vossas Excelências'.

    Vossas Excelências
    Estão nas mangas dos senhores Ministros
    Nas capas dos senhores Magistrados
    Nas golas dos senhores Deputados
    Nos fundilhos dos senhores vereadores
    Nas perucas dos senhores Senadores
    Senhores
    Senhores
    Senhores
    Minha Senhora
    Senhores
    Senhores
    Filha da puta!
    Bandido!
    Corrupto!
    Ladrão
    Sorrindo para a câmera
    Sem saber que estamos vendo
    Chorando que dá pena
    Quando sabem que estão em cena
    Sorrindo para as câmeras
    Sem saber que são filmados
    Um dia o sol ainda vai nascer quadrado
    Isso não prova nada
    Sob pressão da opinião pública
    É que não haveremos de tomar nenhuma decisão
    Vamos esperar que tudo caia no esquecimento
    Aí então... Faça-se justiça
    Estamos arrumando vossas acomodações, Excelência.
    (Tony Belloto)

    Sgt Foxtrot

    ResponderExcluir
  4. Ele falou em milícia mas,omitiu o tráfico.
    O complexo do alemão,é dominado pelo tráfico e,esse Marcelo não citou em momento algum,ter pago qualquer valor.
    Cagaço ou conivência ?

    ResponderExcluir
  5. SÓ NA GLOBO,E QUE SE VÊ GUERRA SEM MORTE.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.