BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

quarta-feira, 12 de abril de 2017

RIO - LAVA JATO ATINGE O "CASARÃO VERMELHO" DO CORPO DE BOMBEIROS



Prezados leitores, Lava Jato atinge Corpo de Bombeiros.
Tudo indica que chegou a vez do Cel BM que prendeu mais de 400 Bombeiros Militares acertar as suas contas.

"Jornal O Globo
ESPECIAL: ESQUEMA DE SÉRGIO CÔRTES DESVIOU ATÉ R$ 300 MILHÕES DA SAÚDE 
Comandado pelo ex-secretário de Sérgio Cabral junto ao Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into) e a secretaria estadual, rombo se deu na compra de material hospitalar desde 2002 
CHICO OTAVIO E DANIEL BIASETTO 11/04/2017 7:19 / atualizado 11/04/2017 21:08 
A operação Fatura Exposta, versão da Lava-Jato no Rio, chegou à área da saúde pública e prendeu na manhã desta terça-feira o ex-secretário Sérgio Côrtes. A ação, que revelou um dos mais profundos e duradouros golpes no setor, também levou à prisão os empresários Miguel Iskin, presidente da Oscar Iskin, e seu sócio Gustavo Estellita Cavalcanti Pessoa. Eles são acusados de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Pesa ainda contra Côrtes a acusação de obstrução à Justiça, na tentativa de atrapalhar as investigações ao tentar uma delação combinada com um ex-assessor. 
Os desvios que levaram à prisão do ex-secretário são equivalentes ao dobro do orçamento anual do Hospital Municipal Souza Aguiar, considerado o hospital com a maior emergência pública da América do Sul. 
A fraude, aplicada nas regras de importação, permitiu que uma máfia formada por empresários e gestores públicos desviasse, por pelo menos 12 anos (2003-2014), de 40% a 60% de um total de R$ 500 millhões gastos pela Secretaria Estadual de Saúde do Rio (SES) e pelo Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into) em compras internacionais de equipamentos médicos de alta complexidade, como macas elétricas, monitores transcutâneos, aparelhos cirúrgicos e unidade móveis de saúde (Leiam mais e assistam a reportagem)". 

Juntos Somos Fortes!

2 comentários:

  1. Parece que esse Sergio Ladrão Côrtes,já foi capitão do corpo de bombeiros.

    ResponderExcluir
  2. Se a lava jato continuar seguindo essa linha, não demora muito policiais federais vão aparecer no casarão azul.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.