BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os livros publicados pelo Coronel Paúl, encaminhe e-mail para pauloricardopaul@gmail.com

terça-feira, 18 de abril de 2017

VÍDEO - AS DELAÇÕES DA ODEBRECHT E O BRASILEIRÃO 2013

Prezados leitores, o Coronel PM Ref Paúl comenta nesse vídeo o comportamento da imprensa, levando em consideração as palavras de Emílio Odebrecht nas delação premiada sobre a imprensa e o comportamento da imprensa na última rodada do Brasileirão 2013.
Assistam e opinem.




Juntos Somos Fortes!

2 comentários:

  1. O maior Escändalo do Brasileião 2013 foi justamente forma escancarada como alguns grupos de comunicação manipularam toda imprensa (e a opinião pública como consequencia) para salvar o flamengo do rebaixamento e apontar o Flu como o vilão da "pobre e indefesa lusinha".
    Se a armação da escalação do Heverton foi tramoia do flamengo diretamente ou dos próprios grupos de comunicação interessados diretamente em proteger seu mais querido, somente uma investigação poderia esclarecer. Mas estranhamente o caso foi arquivado, sem que os claros indícios fossem investigados.

    Em tempo, para registrar: os sites que noticiaram que o André Santos não poderia jogar, fizeram a cobertura da partida, e não noticiaram que flamengo seria punido pela escalação equivocada, foram: O Globo, Extra (tb das Organizações Globo), Terra e Lance! (do Walter de Matos, conselheiro do flamengo e dono do principal jornal roubo-negro dp Brasil)

    ResponderExcluir
  2. Coronel Paúl, concordo com o Anônimo acima.
    O primeiro crime do FlaLusagate foi o "branco" da imprensa. Se esse silêncio não tivesse acontecido, a Portuguesa não teria escalado o Héverton, aceitando a corrupção, porque ficaria muito visível a farsa.
    Depois vieram outros crimes, como provas forjadas, entrevistas, discursos inflamados e indignados estimulando até passeatas contra o FLU, e-mails vazados, advogado defendendo a outra parte e acusações contra o Fluminense, que causaram agressões e bomba contra os seus torcedores.
    Quem é o responsável primário dessas agressões? Quem fez os covardes acreditarem que o Fluminense era o grande vilão? A imprensa "esquecida".
    Até o arquivamento do inquérito pode ser considerado crime, porque foi prevaricação da parte de quem deveria investigar, pois não se sabe qual o motivo de ter parado.
    O Senise ia bem, apontando corrupção. Porém sacaram ele no meio do inquérito, colocaram o GAECO, força de elite especial do MP/SP, que devolveu pra uma promotora investigar um crime no mundo do futebol.
    Certamente ela entende tanto de futebol, quanto eu de moda.

    ResponderExcluir

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste blog.