BLOG DO CORONEL PAÚL

JORNALISMO INVESTIGATIVO E INDEPENDENTE.

LIVROS ESGOTADOS

Prezado leitor, caso esteja interessado em obter informações sobre os próximos livros a serem publicados pelo Coronel Paúl, basta encaminhar e-mail para pauloricardopaul@gmail.com e forneceremos informações.

sábado, 15 de julho de 2017

FORÇAS ARMADAS AQUARTELADAS E MAIS UM POLICIAL MILITAR ASSASSINADO NO "RIO PACIFICADO"


A inércia dos governos federal e estadual é a principal causa de tantas mortes de Policiais Militares de folga e de serviço no Rio de Janeiro.
O governo federal encaminhou para o estado "meia dúzia" de integrantes do fracassado projeto da Força Nacional de Segurança, como se isso pudesse minimizar de alguma forma a gravíssima situação.
Pergunto:
- O que estão fazendo os integrantes da Força Nacional de Segurança?
É indispensável o emprego das Forças Armadas para o Estado começar a controlar a violência no Rio de Janeiro, como eu justifiquei em vários artigos e vídeos.
Sem isso nada mudará, salvo melhor juízo.

"Jornal O Dia
Policial militar é morto ao reagir a tentativa de assalto no Grajaú 
Soldado Cleber de Castro Xavier, de 28 anos, trocou tiros com bandidos que estavam numa moto e um deles também acabou morto no tiroteio 
15/07/2017 09:49:22 - ATUALIZADA ÀS 15/07/2017 10:08:56 
Rio - Um policial militar acabou morrendo depois de reagir um assalto e trocar tiros com criminosos que tentaram roubar o seu carro, na noite desta sexta-feira, no Grajaú, na Zona Norte do Rio. O soldado Cleber de Castro Xavier, de 28 anos, atingiu e matou um dos bandidos, que estava em uma moto com um comparsa. 
O crime aconteceu na Rua Grajaú. O assaltante morto foi identificado como Vagner da Silva Rodrigues, de 23 anos. O outro homem que estava na moto com ele também teria ficado ferido, mas conseguiu fugir. A Delegacia de Homicídios (DH-Capital) investiga o caso e tenta identificar e prender o outro criminoso que participou da tentativa de roubo (Leiam mais)". 

Juntos Somos Fortes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Exerça a sua liberdade de expressão com consciência. O conteúdo dos comentários são de sua responsabilidade.